18.4 C
Mykonos

Radio web

19.8 C
Atenas
18.4 C
Mykonos

Clima

Quadrados não declarados – Quadrados "invisíveis": Segunda chance para os quadrados esquecidos - Quando e em que condições a plataforma será reaberta

Centenas de milhares de proprietários que não cumpriram a regulamentação favorável do governo para declarar as áreas reais de seus imóveis nos municípios terão a partir de julho mais uma oportunidade de revelar todos os metros quadrados de seus imóveis sem exorbitantes encargos municipais retroativos e sem sendo sobrecarregado com os valores muito elevados de sobretaxas e multas atrasadas previstas na legislação em vigor………..

Espera-se que a disposição legislativa relevante chegue ao Parlamento para votação pelo Ministério do Interior no trimestre de abril a junho. . simultaneamente, o ministério vai apresentar mais duas providências que vão prever a redução de sobretaxas, das multas e do prazo de prescrição das dívidas aos municípios.

A União Central dos Municípios Gregos (KEDE) deverá anunciar nos próximos dias a sua proposta final ao Ministério do Interior para a reabertura da plataforma eletrónica a que foram submetidas as declarações em atraso de áreas de imóveis não declarados nos municípios.

O objetivo do KEDE é dar mais uma oportunidade a milhares de proprietários de corrigirem os dados das superfícies de seus imóveis nos municípios sem elevados encargos retroativos e multas. adicional, com a mesma sugestão, KEDE vai pedir ao Ministério do Interior para legislar mais duas disposições que irão fornecer:

* redução de sobretaxas e multas por declarações de imóveis do município em atraso com limite de 50%

* redução do prazo de prescrição das dívidas aos municípios de 20 em 5 anos, como é o caso das dívidas ao Estado.

o plano

Espera-se que a proposta da KEDE seja aceita pelo Ministério do Interior, assim:

1 A plataforma para apresentação de declarações em atraso de superfícies imobiliárias em municípios será reaberta a partir de julho, quando agora se estima que o processamento e compensação de todas as declarações de bens imóveis em atraso apresentadas aos municípios no âmbito da implementação do anterior regulamento de divulgação voluntária de metros quadrados não declarados nos municípios terá sido concluído (artigo 51 da Lei. 4647/2019). Esse regulamento previa aqueles que aderiram à isenção total de encargos retroativos de impostos municipais e taxas municipais por períodos de tempo - cinco anos, dez anos ou vinte anos- antes 2020. Ele previu, também, eliminação de todas as sobretaxas e multas.

De acordo com informações, a plataforma de envio eletrónico de declarações de superfícies imobiliárias nos municípios será reoperada no portal digital da Administração Pública gov.gr e não no site da União Central dos Municípios Gregos tetragonika.govapp.gr que teve operado na vez anterior, no contexto da aplicação do regulamento de N. 4647/2019.

Os proprietários que não aderiram ao regulamento de N.. 4647/2019 terá a oportunidade de ingressar em um novo, que será submetido ao Parlamento nos próximos meses e também será favorável. Este novo regulamento vai prever que quem decida apresentar declaração de vencimento revele a quantidade real de metros quadrados de seu imóvel nos municípios:

um) Eles também estarão totalmente isentos de encargos retroativos de impostos e taxas municipais para períodos anteriores 2020

b) será obrigado a pagar os valores dos impostos municipais e taxas municipais correspondentes aos metros quadrados adicionais declarados, para o período de 1-1-2020 até a data de apresentação da declaração em atraso, aumentou:

* contra 20% se a apresentação da declaração for feita no prazo de seis meses a partir do início da reoperação da plataforma eletrônica

* contra 25% se a declaração for apresentada após o decurso do primeiro semestre desde o início da reoperação da plataforma eletrónica e antes da conclusão 12 meses depois daquele começo

* contra 30% se a declaração for submetida após dois semestres (ou 12 meses) desde o início do relançamento da plataforma eletrônica e antes da conclusão 18 meses depois daquele começo

* contra 35% se a declaração for submetida após três semestres (ou 18 meses) desde o início do relançamento da plataforma eletrônica e antes da conclusão 24 meses depois daquele começo

* contra 40% se a declaração for submetida após quatro semestres (ou 24 meses) desde o início do relançamento da plataforma eletrônica e antes da conclusão 30 meses depois daquele começo

* contra 45% se a declaração for apresentada após cinco meses (ou 30 meses) desde o início do relançamento da plataforma eletrônica e antes da conclusão 36 meses depois daquele começo

* contra 50% se a declaração for apresentada após seis meses (ou 36 meses) desde o início do relançamento da plataforma eletrônica.

conseqüentemente, Os proprietários que apresentarem aos seus municípios declarações de divulgação voluntária das superfícies imobiliárias de seus imóveis serão poupados do pagamento de valores exorbitantes, pois bastará pagar apenas as taxas municipais adicionais e o adicional TAP correspondente ao adicional de m2., com encargos retroativos apenas para os períodos de 1-1-2020 em diante e com sobretaxas 20%-50% (dependendo do semestre em que optam por apresentar as declarações), em vez 100%-200% em vigor hoje.

Reoperação

Prevê-se reabertura da plataforma eletrônica para declaração dos metros quadrados "esquecidos" nos municípios, barrando imprevisto, Julho, quando se estima que todos os Municípios do país terão concluído o processamento e compensação das declarações de divulgação de metros quadrados não declarados apresentadas ao abrigo do regulamento anterior por 3,1 milhões de cidadãos-proprietários. já, com uma disposição incluída no artigo 39 do projeto múltiplo que foi apresentado na noite de segunda-feira no Parlamento, o prazo de 31-3-2021 dado aos municípios para liquidação das declarações acima foi prorrogado até 30-6-2021.

Em julho, de acordo com o novo cronograma, Os resultados do processamento e liquidação das referidas declarações serão remetidos à HEDNO para adequação dos encargos dos impostos e taxas municipais às faturas de eletricidade do 3,1 milhões de cidadãos que aderiram ao regulamento. Os valores dos impostos municipais adicionais e taxas municipais correspondentes ao período de 1-1-2020 a 30-6-2021 que os cidadãos específicos deverão pagar., totalmente livre de sobretaxas e multas, em 24 parcelas mensais iguais. O limite mínimo de cada parcela mensal, exceto o último, será o 10 euros para particulares e cinquenta 50 euros para pessoas jurídicas.

2 Multas e sobretaxas para declarações de imóveis em atraso em municípios serão significativamente reduzidas, mesmo quando o novo acordo de emergência acima não se aplica. Com base na legislação vigente, as multas por não declaração aos municípios de áreas imobiliárias eletrificadas são exorbitantes. Em relação à TAP, a não declaração de superfície por um período de cinco anos impõe multa, que pode alcançar e 200% da TAP correspondente, enquanto em termos de taxas municipais, a multa pode chegar 100% do montante correspondente. Com a nova disposição que será votada e entrará em vigor serão impostos os valores das sobretaxas e multas teto 50% de modo que aqueles que declararem as superfícies de seus imóveis depois de muito tempo após longos períodos de tempo não sejam onerados com os valores de extermínio previstos hoje, mas com valores de até 50% em todas as acusações, que agora será calculado retrospectivamente para os cinco anos anteriores.

3 Redução do prazo de prescrição das dívidas aos municípios de 20 anos para 5 anos. Com a implementação dessa regulamentação, espera-se que os enormes montantes já acumulados de dívidas vencidas com os municípios sejam significativamente reduzidos e grande parte deles sejam recuperáveis., com a ajuda do novo arranjo para os quadrados não declarados.

A partir da edição impressa do Free Press

Siga-nos

eshop em minutos!

Crie sua eshop com seu próprio domínio com etapas simples para a plataforma de assinatura mais fácil de eshop.

tendência Agora

Prêmio

Histórias para Você

Mais de Mykonos Ticker

erro: O conteúdo é protegido !!